A água desperdiçada não pode ser aproveitada nem por você nem por ninguém. Então, quando alguém desperdiça água todos perdem, principalmente a natureza! Pense nisso.

Hoje em dia é comum ouvirmos que algumas regiões brasileiras estão sofrendo com a falta de água, porém, não entendemos como nossas atitudes estão diretamente relacionadas com essa triste situação. O uso inadequado, a poluição e contaminação desse importante recurso natural poderão causar, em breve, graves problemas de abastecimento.

Aqui você pode aprender a fazer a sua parte evitando desperdício e garantindo economia na conta de água!

É importante saber: Nas contas de água todo o volume registrado pelo hidrômetro é considerado consumo e esse aparelho apura estes três fatores:

CONSUMO EFETIVO: O que é percebido como consumo real. Varia de acordo com as necessidades em cada domicílio.

DESPERDÍCIO: Perdas voluntárias durante as atividades domésticas e causadas pelo mau uso da água e por maus hábitos.

VAZAMENTO: Perdas involuntárias, geralmente não aparentes, em torneiras, sanitários, caixas d’agua e outros.

Por isso é tão importante evitar desperdícios de água e reparar os vazamentos para conseguir reduzir os valores da sua conta.

Fique de olho nas Dicas de Economia!

  • Cheque vazamentos em canos e não deixe torneiras pingando. Um gotejamento simples, pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.
  • Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los.
  • Aproveite a água da chuva para aguar as plantas e o jardim. As plantas absorvem mais água em horários quentes, então molhe -as de manhã cedo ou no fim do dia.
  • Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou fazendo a barba. Só abra quando for usar. Uma torneira aberta por 5 minutos desperdiça 80 litros de água.
  • Em vez da mangueira, use vassoura e balde para lavar patios e quintais. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.
  • Reaproveite a água da sua máquina de lavar para lavar a calçada.
  • Saber ler o hidrômetro é muito simples e pode ajudar a detectar problemas como vazamentos, percebidos pelo consumo fora do normal.
  • Não tome banhos demorados, 5 minutos são suficientes. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água.
  • Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova ou esponja e jogue no lixo.

Como descobrir vazamentos

NA INSTALAÇÃO INTERNA
1) Feche o registro do hidrômetro;
2) Abra a torneira logo após o hidrômetro e espere toda a água escorrer;
3) Coloque um copo cheio de água na boca desta torneira;
4) Se a água do copo for sugada é sinal de que há vazamento no ramal que está ligado diretamente à rede.

DENTRO DE CASA
1) Feche todas as torneiras e não use os sanitários ;
2) Feche o registro do hidrômetro para interromper o fluxo da água;
3) Marque o nível da água na caixa d’agua e depois de 1h confira;
4) Se o nível estiver mais baixo é sinal de que há vazamento nos canos ou nos sanitários da casa.

NA VÁLVULA OU NA CAIXA DE DESCARGA
Essa é bem fácil verificar. Jogue pó de café no vaso sanitário e observe. Se ele derreter ou desaparecer é sinal de que há vazamento na válvula ou caixa de descarga.

ENTRE O HIDRÔMETRO E A CISTERNA / CAIXA D’AGUA
Impeça a entrada de água da cisterna ou da caixa, levantando a boia. Se o ponteiro do hidrômetro continuar girando é sinal de que existe vazamento.

NA CISTERNA
1) Deixe a boia levantada e não ligue a bomba;
2) Depois de algum tempo verifique o nível da água na cisterna;
3) Se o nível tiver baixado é sinal de que existe vazamento, possivelmente causado por rachaduras na cisterna.

Agora é hora de colocar em prática as dicas de economia e consertar os vazamentos encontrados. Assim você evita desperdício de água, colabora com a natureza e ainda reduz sua conta de água.


Fonte: Brasil Escola

Data de publicação: 27/09/2017

Compartilhe!