RSS Papagaios - MG Notícias de Papagaios/MG Mon, 27 Jan 2020 07:52:26 -0300 Mon, 27 Jan 2020 07:52:26 -0300 Zend_Feed_Writer 1.12.21dev (http://framework.zend.com) https://papagaios.mg.gov.br/rss Prefeitura de Papagaios e Polícia Militar preparam medidas preventivas para o período de chuvas Fri, 24 Jan 2020 16:37:20 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1143/?prefeitura-de-papagaios-e-policia-militar-preparam-medidas-preventivas-para-o-periodo-de-chuvas.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1143/?prefeitura-de-papagaios-e-policia-militar-preparam-medidas-preventivas-para-o-periodo-de-chuvas.html
Foram analisados, debatidos e identificados como pontos de riscos de alagamentos ou com possibilidades reais de ocorrências devido à intensidade de chuvas:

  • Região próxima ao Supermercado Super Sô;
  • Estrada de acesso ao povoado de Vargem Grande;
  • Povoado de Vargem Grande;
  • Lagoa do parque de exposições, que está com a capacidade acima da prevista, sendo inevitável a abertura de suas comportas para o escoamento da água.

Diante disso, foi definido que:

  1. Em caso de ocorrências de grande vulto, envolvendo a questão das chuvas, será imediatamente instalado o Gabinete de Crise, no Centro Administrativo Municipal, no gabinete do prefeito, de onde serão adotadas medidas estratégicas;
  2. Em casos de desabrigados e desalojados, a Escola Municipal Nadir José de Barcelos, será utilizada para o recebimento das pessoas e, neste mesmo local, será providenciado também alimentação e estadia;
  3. Para o caso de recebimento de doações será utilizado, de forma emergencial, o centro social da Paróquia de São Sebastião, no centro de Papagaios;
  4. A secretaria de saúde manterá escala de prontidão e sobreaviso neste final de semana para atender a demanda emergencial no pronto atendimento municipal.
  5. A secretaria de obras manterá escala de prontidão e sobreaviso com motoristas, máquinas e caminhões à disposição para qualquer eventualidade.

Todas as medidas cabíveis e possíveis serão tomadas para minimizar os possíveis efeitos das chuvas intensas nesse período. E a colaboração da comunidade é de extrema importância para que possamos superar esse desafio momentâneo de forma que todos possam ficar seguros e protegidos.

Diante de uma situação de emergência, ligue para o 190, da Polícia Militar.



]]>
Fundação percorre Paraopeba e constata alta concentração de metais pesados um ano depois da tragédia Fri, 24 Jan 2020 10:49:23 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1142/?fundacao-percorre-paraopeba-e-constata-alta-concentracao-de-metais-pesados-um-ano-depois-da-tragedia.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1142/?fundacao-percorre-paraopeba-e-constata-alta-concentracao-de-metais-pesados-um-ano-depois-da-tragedia.html
Este cenário é descrito pela equipe técnica da Expedição da Fundação SOS Mata Atlântica, que percorreu o trecho ao longo do Paraopeba, entre Brumadinho e Felixlândia, com o objetivo de analisar a qualidade da água nos 365 quilômetros do rio afetados pelo rompimento da barragem da Vale, de onde vazaram 12,7 milhões de metros cúbicos de rejeitos, deixando 259 mortos, sendo que 11 pessoas ainda estão desaparecidas. O relatório da expedição foi divulgado nessa quinta-feira (23). Entre os dias 8 e 17 de janeiro, a equipe percorreu 2 mil quilômetros de estradas, passando por 21 cidades.

O objetivo da viagem, batizada de “Expedição Rio Paraopeba/Alto São Francisco”, foi “levantar dados independentes sobre a condição da qualidade da água na região e avaliar os impactos dos danos aos ecossistemas, à geografia, paisagem e cobertura florestal nativa da Mata Atlântica”. Em fevereiro de 2019, logo após a tragédia, a SOS Mata Atlântica também realizou uma expedição ao longo do Paraopeba para avaliar os dados da lama de rejeitos de minério no rio, que deságua no lago da Usina Hidrelétrica de Três Marias, construída no Rio São Francisco.

De acordo com o relatório, os indicadores obtidos apontam que a água não pode ser utilizada em toda extensão monitorada. Dos 23 pontos analisados, em nove os índices aferidos foram péssimos, em 11 ruim e em apenas um foi regular. Nenhum apresentou qualidade boa ou ótima.

“Em 11 pontos de coleta, os rejeitos e contaminantes estavam presentes na água. Não permitem sequer a presença de vida aquática”, destaca o relatório. “O número de colônias de bactérias, que têm capacidade de decompor matéria orgânica, diminuiu consideravelmente com a mudança drástica dos ecossistemas”, completa o documento.

A equipe técnica registra que somente em alguns trechos no Baixo Paraopeba e no início do lago de Três Marias, onde há corredeiras e maior volume de água com contribuição de afluentes de melhor qualidade, o rio apresenta condições de vida aquática.

(foto: Divulgação/SOS Mata Atlântica)
(foto: Divulgação/SOS Mata Atlântica)

A coordenadora da expedição, Malu Ribeiro, disse que constatou uma série de dificuldades enfrentadas pelos ribeirinhos diante dos efeitos devastadores da lama de rejeitos. “Na medida em que descíamos o rio, isolado de suas comunidades por cercas instaladas pela Vale, percebemos que muito pouco vem sendo feito. A água chega às propriedades rurais, ilhas e comunidades ribeirinhas por caminhões-pipa e grandes cargas de água mineral envasada”, disse.

“Pelo rio, o que chega é a poluição que vai aumentando gradativamente com o período chuvoso por conta do carreamento dos rejeitos e contaminantes que vão impactando a região para áreas distantes do núcleo da tragédia”, declarou Malu. “Falta informação para os ribeirinhos e os sentimentos de impunidade e dor imperam se somam a insegurança hídrica“, completou.

Por outro lado, a Fundação SOS Mata Atlântica, ressalta que durante a expedição também foi possível verificar “o trabalho de remediação e redesenho da paisagem que a empresa Vale vem fazendo nas microbacias do Córrego Ferro Carvão e do Córrego Casa Branca, em Brumadinho, e um sistema de tratamento da água desses afluentes do rio Paraopeba, na área diretamente impactada”.

No município de Brumadinho, por exemplo, lembra a entidade, foi constada intensa movimentação de máquinas, obras de reconstrução de estradas e pontes para acessos a bairros que estavam bloqueados por rejeitos. “É um ambiente ainda bastante hostil e desolador, com muitas propriedades que foram desocupadas, atividades econômicas cessadas para dar lugar às ações de redesenho da paisagem”, relata a equipe técnica.

Metais pesados

(foto: Divulgação/SOS Mata Atlântica)
(foto: Divulgação/SOS Mata Atlântica)

As análises da água apontaram a presença de metais pesados, como ferro, manganês e cobre em níveis muito acima dos limites máximos permitidos. Esses elementos acarretam danos à saúde humana e ao meio ambiente.

A concentração de cobre verificada foi de 44 vezes acima da permitida, enquanto o manganês encontrado foi 14 vezes o permitido. A quantidade de ferro chegou a 15 vezes superior ao nível máximo estabelecido.
O consumo de água contaminada com cobre pode provocar náuseas e vômitos. A ingestão de manganês representa riscos de sintomas como rigidez muscular, tremores nas mãos e fraqueza. A concentração elevada de ferro e manganês provoca a coloração avermelhada do rio.

A professora Marta Marcondes, coordenadora do Laboratório de Análise Ambiental do Projeto Índice de Poluentes Hídricos (IPH), da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), que também integrou a expedição, alerta que os dados sobre os metais pesados e micro-organismos do Rio Paraopeba mostram a diminuição dos organismos da microbiota do rio, o que representa um fator preocupante para a recuperação do manancial após ser duramente atingido pela lama de rejeitos que vazou da barragem em Brumadinho.

“Isso impacta na capacidade do Paraopeba em se recuperar. Infelizmente, as bactérias encontradas até o momento são causadoras de doenças e não aquelas que tem capacidade de degradar matéria orgânica. Apesar de a quantidade ser muito menor do que foi encontrado em 2019, é importante salientar que os valores obtidos nas análises ainda se encontram muito acima da capacidade que um sistema biológico tem de metabolizar e excretar esses metais. Todos os metais encontrados têm capacidade, se ingeridos, de se acumularem nos sistemas biológicos humanos e da fauna, e trazer sérios problemas, renais, hepáticos, neurológicos e mesmo de esterilidade“, assegura a especialista.

Cobertura Florestal

Em 2019, dados da SOS Mata Atlântica, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do projeto MapBiomas constataram o desmatamento de 112 hectares de florestas nativas por conta do dano ambiental da Vale. Destes, 55 hectares eram áreas bem preservadas.

“Em 2020, a cicatriz continua aberta e há indícios de áreas em processo de regeneração. Verificou-se também, por imagens de satélite, uma nova supressão de vegetação nativa de 1,8 hectare para abertura de uma estrada, mas a razão e impactos de tal mudança da paisagem ainda precisam ser averiguadas em campo”, informa a fundação.

Anseio por mudanças

(foto: Divulgação/SOS Mata Atlântica)
(foto: Divulgação/SOS Mata Atlântica)

Na conclusão do relatório da Expedição Rio São Francisco/Alto Paraopeba, a equipe técnica responsável pelo trabalho lembra que o rompimento da Barragem da Mina do Córrego do Feijão em Brumadinho foi apontado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), na última segunda-feira (20), como “crime ambiental doloso”. Os integrantes da expedição lembram da extensão dos danos causados e solicitam políticas públicas “urgentes” para prevenir as tragédias ambientais.

“Ouvindo as vozes do rio, ou seja, os anseios das comunidades ribeirinhas, de proprietários de terras, pescadores e familiares das vítimas que tiveram o futuro interrompido ou alterado, contata-se mais uma vez a urgente necessidade do Brasil implementar políticas públicas e instrumentos eficazes de gestão ambiental, que sejam capazes de promover ações preventivas”, conclama os participantes da expedição.

A equipe técnica também ressalta as “lições” que podem ser retiradas da tragédia de Brumadinho e do rompimento da Barragem do Fundão (ocorrida em 5 de novembro de 2015), da Samarco, em Mariana.

“Os danos ambientais que resultaram em tragédias descomunais aos ecossistemas e às pessoas que vivem e trabalham nas bacias dos rios Paraopeba e Doce deixaram uma enorme ferida aberta, mas também muitas lições. A primeira delas é a de que é infinitamente mais difícil e mais caro – sob todos os aspectos, imateriais e materiais – recuperar do que prevenir. A segunda lição é ainda mais dura: não será possível restabelecer as vidas ceifadas e devolver aos rios a sua geografia e cursos originais”, diz o relatório da Fundação SOS Mata Atlântica.

Por outro lado, eles chamam atenção para as ações voltadas para recuperar o ecossistema. “Para a recuperação da qualidade da água na bacia do Paraopeba e segurança hídrica da região, é essencial que sejam adotadas medidas efetivas de remediação e recuperação dos danos ambientais em todo o trecho afetado, especialmente nas regiões do Baixo Paraopeba e Alto São Francisco”, destacam os técnicos da fundação.

“Até o presente momento as ações e obras de remediação estão concentradas de forma expressiva na chamada zona quente do dano ambiental, em Brumadinho. E o ressarcimento às comunidades, às famílias das vítimas e às diversas atividades econômicas afetadas em toda a bacia hidrográfica precisam ser ampliados, para que cheguem de fato a todos”, concluem.



]]>
Mais de 180 ciclistas se aventuraram no 2º Passeio Ciclístico MTB de Papagaios Fri, 24 Jan 2020 08:37:51 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1141/?mais-de-180-ciclistas-se-aventuraram-no-2o-passeio-ciclistico-mtb-de-papagaios.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1141/?mais-de-180-ciclistas-se-aventuraram-no-2o-passeio-ciclistico-mtb-de-papagaios.html
Com largada marcada para às 9h, os ciclistas chegaram bem mais cedo para tomarem um café da manhã reforçado, oferecido pela organização, preparem suas bicicletas e trocar experiências com os demais companheiros. Participaram 183 ciclistas de 22 cidades de Minas Gerais. São elas:

  • Belo Horizonte
  • Betim
  • Cachoeira da Prata
  • Conceição do Pará
  • Curvelo
  • Divinópolis
  • Itapecerica
  • Itaúna
  • Juatuba
  • Lagoa da Prata
  • Maravilhas
  • Matozinhos
  • Nova Serrana
  • Oliveira
  • Onça de Pitangui
  • Papagaios
  • Pará de Minas
  • Pequi
  • Pitangui
  • Pompéu
  • São Gonçalo do Pará
  • Sete Lagoas

Percurso

Com largada saindo do poliesportivo, os ciclistas passaram pelo centro da cidade até a saída para Sete Lagoas em direção à região da Taquara. Passaram ainda pela Fazenda Rio Preto, Bom Jardim, Boi Pintado, Córrego do Ouro e Aguada, retornando à cidade pela Av. Cornélio Gonçalves dos Reis, percorrendo a Av. Coronel Diogo e Av. Getúlio Vargas em sentido ao Poliesportivo.

Ao final da prova, muitos momentos de congraçamento entre os ciclistas e de boas conversas sobre os desafios do trajeto.

A Prefeitura de Papagaios e a organização do evento agradecem a presença, cooperação e determinação dos ciclistas. Aguardamos por vocês no próximo evento.


PREFEITURA DE PAPAGAIOS – TRABALHANDO PARA UM FUTURO MELHOR.



]]>
12ª Corrida Rústica de São Sebastião, em Papagaios, reuniu atletas de 25 cidades de MG Thu, 23 Jan 2020 11:18:51 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1140/?12a-corrida-rustica-de-sao-sebastiao-em-papagaios-reuniu-atletas-de-25-cidades-de-mg.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1140/?12a-corrida-rustica-de-sao-sebastiao-em-papagaios-reuniu-atletas-de-25-cidades-de-mg.html
Com largada marcada para às 8:30h do último domingo (19), a movimentação dos atletas começou bem antes disso, com o tradicional aquecimento e as rodas de conversas entre eles. Muitos parentes e amigos acompanharam os atletas, juntando-se à torcida papagaiense que se fez presente em bom número. A Praça da Lagoa ficou bastante movimentada.

25 cidades de Minas Gerais tiveram representantes nessa edição da prova. Foram premiados 64 atletas com troféus e medalhas, sendo que 32 receberam premiações em dinheiro. Além desses, todos os atletas que completaram a prova receberam medalhas de participação.

Ficou bastante evidente a paixão dos atletas por essa modalidade esportiva. Todos motivados, bem-dispostos e contentes por celebrarem sua presença com outros amantes desse esporte, com destaque para as diferentes gerações presentes. Dos participantes, o atleta mais velho era o Sr. Lúcio Mauro Diniz, de Contagem (MG), com 76 anos de idade. Já a atleta mais jovem, Nicolly Aparecida Ribeiro Fonseca, de Pitangui (MG), tem apenas 13 anos.

Confira abaixo a classificação final:

COLOCAÇÃO

NOME

CIDADE

TEMPO

RAIMUNDO NONATO PEREIRA DA SILVA

BELO HORIZONTE

31,16

ALBERTINO LUZ

BELO HORIZONTE

31,36

MÉRCIO SILVA FERREIRA

PERDIGÃO

31,59

ANDERSON LUCAS DE SOUZA

SÃO JOÃO DEL REI MG

32,17

VALDIR SÉRGIO DE OLIVEIRA

INHAÚMA

32,56

 

COLOCAÇÃO GERAL FEMININO

COLOCAÇÃO

NOME

CIDADE

TEMPO

PAULA ADRIANA DOS SANTOS SILVA

SÃO JOÃO DEL REI

38,56

ANA PAULA DE ALMEIDA FERREIRA

BETIM

38,59

ZILDILENE SILVA

BELO HORIZONTE

41,36

MAGDA APARECIDA DA SILVA ORLANDO

SÃO JOÃO DEL REI

41,55

ANA PAULA DE OLIVEIRA

ITAÚNA/MG

42,38

 

COLOCAÇÃO MASCULINO – PAPAGAIENSE

COLOCAÇÃO

NOME

CIDADE

TEMPO

SAMUEL DA SILVA VALADARES CHAVES

PAPAGAIOS

39,42

EVERTON REIS DOS SANTOS

PAPAGAIOS

40,56

JOSÉ ANTONIO DUARTE

PAPAGAIOS

41,34

 

COLOCAÇÃO FEMININO - PAPAGAIENSE

COLOCAÇÃO

NOME

CIDADE

TEMPO

MIRNA ALVES DE OLIVEIRA

PAPAGAIOS

56,10

ANDRÉIA MACIEL

PAPAGAIOS

59,58

CASSIA ALVES DE FREITAS

PAPAGAIOS

1’10’52

 

Classificação por faixa etária – FEMININO

ATÉ 20 ANOS

COLOCAÇÃO

NOME

CIDADE

TEMPO

NICOLLY APARECIDA RIBEIRO FONSECA FONSECA

PITANGUI

54,14

AMANDA PEREIRA DA SILVA

INHAÚMA

1’01’50

21 A 30 ANOS

LUANA CRISTINA LOPES

PARÁ DE MINAS

54,07

RAQUEL MENDONÇA MENDES

PARÁ DE MINAS MG

1’04’58

OLGA MARINA ARAÚJO ANDRADE

PARA DE MINAS

1’05’24

31 A 40 ANOS

RAFAELA PAOLA GONZAGA

MINAS GERAIS

45,02

ESTER DA SILVA ROCHA

MATEUS LEME.MG

45,58

FERNANDA VERÔNICA DEJESUS

SABARÁ

47,27

41 A 45 ANOS

LUCIANA MORAIS BRÍGIDO

CURVELO

46,40

ERICKA FERREIRA REZENDE DE ARAÚJO

PARÁ DE MINAS

49,49

CONCEIÇÃO FERNANDES

PARÁ DE MINAS

51,30

46 A 50 ANOS

SANDRA ALVES DE CASTRO

PARA DE MINAS

52,54

LUZIA ELAINE DE MIRANDA REIS

PARA DE MINAS

1’01’25

ELIANE AMARAL

PARÁ DE MINAS

1’01’30

51 A 55 ANOS

MAGDA APARECIDA DA SILVA ORLANDO

SÃO JOÃO DEL REI

41,55

BERENICE DIAS MEIRA

SABARÁ

50,17

IVONE XAVIER DE ANDRADE FÉLIX

BETIM

1’00’48

60 ANOS ACIMA

CONSOLACAO MELO

MINAS GERAIS

1’29’29

 

 

 

 

 

 

 

Classificação por faixa etária – MASCULINO

ATÉ 20 ANOS

 

 

 

 

MICHEL FRANCISCO PINTO DOS SANTOS JUNIOR

PITANGUI

40,22

JOSE MANOEL MARTINS RIBEIRO

BETIM

49,25

LUCAS ESPINDOLA ARCANJO

PARÁ DE MINAS

1’17’50

21 A 30 ANOS

VITOR DOS SANTOS SILVA

PARA DE MINAS

34,18

ALEX DOUGLAS CASTRO SOARES

BOM DESPACHO

35,38

JORGE ALISSON RIBEIRO DE ALMEIDA

PARA DE MINAS

37,47

31 A 40 ANOS

SANDER LUIS SANTOS

NOVA LIMA

34,59

PAULO HENRIQUE PINTO DE CAMPOS

PARÁ DE MINAS

36,44

ELVIS VALDER DE OLIVEIRA

CACHOEIRA DA PRATA

37,19

41 A 45 ANOS

ANDRE APARECIDO FERREIRA

ITAÚNA

34,10

FALK HALLEY DE SOUZA

PARÁ DE MINAS

35,27

ROGÉRIO RODRIGO TEXEIRA

MARAVILHAS

39,34

46 A 50 ANOS

JOSÉ GERALDO SANTOS

PARA DE MINAS

39,50

HENRIQUE MACIEL CHAVES

RIBEIRÃODAS NEVES

42,25

JOSE RAIMUNDO

PAPAGAIOS

43,27

51 A 55 ANOS

EZPEDITO RICARDO

BELO HORIZONTE

30,02

JOSÉ SIDNEY FERREIRA CEZAR

PARÁDE MINAS

47,15

NEIVALDO EUGENIO SEVERINO

PITANGUI

50,37

56 A 60 ANOS

VALTER BATISTA DA SILVA

CURVELO

42,97

JOSE MARIA SANTANA

PARÁ DE MINAS

50,55

WEBER RONALDO DE OLIVEIRA MORATO

PITANGUI

51,50

60 ANOS ACIMA

JOSÉ AFONSO SILVA

SABARÁ

39,20

JORGE LUIZ

MINAS GERAIS

48,59

ANTÔNIO CARLOS THEODORO

ITAÚNA

55,16


Confira no arquivo anexo a classificação geral por tempo.

A Prefeitura de Papagaios e a organização do evento, agradecem a presença e a participação de todos que fizeram esse evento se transformar em uma bela confraternização.


PREFEITURA DE PAPAGAIOS - TRABALHANDO PARA UM FUTURO MELHOR.


]]>
Finalizada a 6ª edição do Projeto “Novo Aluno Nota 10” Wed, 18 Dec 2019 16:55:56 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1139/?finalizada-a-6a-edicao-do-projeto-novo-aluno-nota-10.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1139/?finalizada-a-6a-edicao-do-projeto-novo-aluno-nota-10.html
Novamente, a Paróquia de São Sebastião, reconhecendo a relevância do projeto, cedeu gentilmente o salão do Centro Social para a cerimônia de encerramento.

OBJETIVOS DO PROJETO

O ponto fundamental desse projeto é reconhecer e valorizar o trabalho dos educadores e alunos participantes das turmas do 3º, 4º, 5º e 6º anos das redes de ensino municipal, estadual e particular de Papagaios, premiando-os pela excelência no desempenho escolar e pelos critérios de Convivência Social, Responsabilidade, Aprendizagem e Valores.

E, como uma das principais peças no processo de aprendizagem, a família precisa ser valorizada e reconhecida. O Projeto “Novo Aluno Nota 10” também premiou uma das famílias que se destacaram no apoio e acompanhamento da vida escolar dos alunos.

PREMIAÇÃO

A Prefeitura de Papagaios premiou todos os 129 alunos finalistas nessa 6ª edição com kits escolares contendo mochila, cadernos, lápis, borracha, tesoura, garrafa d’água, lápis de cor, régua, estojo, cola e canetinhas, incluindo os 33 alunos que concorreram na Categoria Aluno Destaque em Convivência Social, Responsabilidade, Aprendizagem e Valores.

Os alunos portadores de deficiência também participaram do projeto, respeitando-se suas especificidades, e foram premiados nas categorias Aluno Nota 10 e Aluno Destaque.

A Loja Maçônica Fraternidade e Razão, nº 260 premiou os alunos que ficaram nos primeiros lugares na Categoria Aluno Nota 10 com 47 tabletes. Os alunos que ficaram em segundo lugar nessa categoria, receberam 47 fones de ouvido. Já o aluno da Categoria Aluno Brilhante ganhou uma bicicleta.

As famílias dos alunos participantes concorreram na Categoria Família Nota 10. A família vencedora recebeu um cheque no valor de mil reais.

Todas as professoras das turmas envolvidas foram homenageadas por suas escolas e pela SEMED.

Cabe destacar que a equipe da SEMED se esmerou na preparação do evento que foi bastante elogiado por todos os participantes e pela população de forma geral.

Parabéns a todos os envolvidos nesse belíssimo projeto. Que no próximo ano o Projeto “Novo Aluno Nota 10” possa ser ainda melhor!





]]>
Polícia Civil terá novos investigadores em Papagaios Fri, 22 Nov 2019 10:33:08 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1138/?policia-civil-tera-novos-investigadores-em-papagaios.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1138/?policia-civil-tera-novos-investigadores-em-papagaios.html
Novo delegado

Desde o último dia 01 de novembro, Papagaios conta com um novo delegado. Trata-se do Dr. Douglas Taveira Lemos de Oliveira, para o qual externamos nossas boas-vindas e desejamos muito sucesso em seu trabalho.



]]>
III Campeonato Municipal de Futsal de Papagaios movimentou equipes e torcidas Fri, 22 Nov 2019 09:12:55 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1137/?iii-campeonato-municipal-de-futsal-de-papagaios-movimentou-equipes-e-torcidas.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1137/?iii-campeonato-municipal-de-futsal-de-papagaios-movimentou-equipes-e-torcidas.html
Nessa edição o torneio teve 450 participantes, entre atletas e técnicos, que contaram com um show a parte das torcidas em todas as disputas.

Categorias

Com 4 escolas nas disputas – E. E. Renato Filgueiras, E. E. Diogo de Castro e Educandário Cecília Meireles, de Papagaios, e ainda a E. E. Francisco Tibúrcio de Maravilhas – o torneio foi dividido nas seguintes categorias:

  • Futsal Feminino e Masculino módulo I (atletas nascidos entre 2005 e 2007)
  • Futsal Feminino e Masculino módulo II (atletas nascidos entre 2002 e 2004)
  • Futsal Feminino Categoria Livre
  • Futsal Masculino categoria Livre

Vencedores

Futsal Feminino Módulo I
- Campeã: Escola Estadual Diogo de Castro
- Vice-campeã: Escola Estadual Renato Filgueiras

Futsal Masculino Módulo I
- Campeã: Escola Estadual Francisco Tibúrcio
- Vice-campeã: Escola Estadual Diogo de Castro

Futsal Feminino Módulo II
- Campeã: Escola Estadual Diogo de Castro
- Vice-campeã: Escola Estadual Francisco Tibúrcio

Futsal Masculino Módulo II
- Campeã: Escola Estadual Diogo de Castro B
- Vice-campeã: Escola Estadual Diogo de Castro A

Futsal Livre Feminino (Cidades Participantes: Pará de Minas, Papagaios, Nova Serrana, Paraopeba, Bom Despacho)
- Campeã: Pará de Minas
- Vice-campeã: Papagaios

Futsal Livre Masculino (Somente atletas nascidos ou residentes em Papagaios)
- Campeã: BC Stones
- Vice-campeã: Juventus

Melhor Jogador: Marcio Antônio Clemente

Melhor Goleiro: Davi Augusto Correia Alcântara

Artilheiro: Rodrigo de Souza Figueiredo

Destaque especial: Pedro Henrique Lopes



PREFEITURA DE PAPAGAIOS - TRABALHANDO PARA UM FUTURO MELHOR.





]]>
Semana Global do Empreendedorismo com palestra em Papagaios Fri, 22 Nov 2019 08:04:58 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1136/?semana-global-do-empreendedorismo-com-palestra-em-papagaios.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1136/?semana-global-do-empreendedorismo-com-palestra-em-papagaios.html


Em Papagaios (MG), em comemoração à Semana Global do Empreendedorismo, o Sebrae - MG, Uaitec e Prefeitura de Papagaios, em parceria, realizaram no dia 19 de novembro uma grande palestra proferida por William Caldas, um dos melhores palestrantes de vendas do nosso país, que tratou do tema “Como Vender mais Utilizando Motivação, Inovação e Atitude”. A palestra foi realizada no Centro Social de Papagaios para empresários, microempreendedores, e equipes, tendo todas as 300 vagas de público esgotadas!



]]>
Leilão público - novembro 2019 Thu, 14 Nov 2019 10:24:13 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1135/?leilao-publico---novembro-2019.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1135/?leilao-publico---novembro-2019.html ]]> Semana Global do Empreendedorismo em Papagaios Wed, 30 Oct 2019 08:44:36 -0300 https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1134/?semana-global-do-empreendedorismo-em-papagaios.html https://papagaios.mg.gov.br/noticia/visualizar/id/1134/?semana-global-do-empreendedorismo-em-papagaios.html
Durante o mês de novembro acontecem diversas atividades com diferentes públicos e temáticas, sempre abordando o empreendedorismo de alguma maneira.

Nos últimos três anos, a SGE mobilizou no Brasil mais de 2,5 milhão de pessoas, com cerca de 10.000 atividades - o que faz da Semana brasileira a maior do mundo, com sete premiações internacionais.

E, em comemoração à Semana Global do Empreendedorismo, o Sebrae - MG, Uaitec e Prefeitura de Papagaios, realizarão no dia 19 de novembro uma grande palestra em nossa cidade, proferida por William Caldas, um dos melhores palestrantes de vendas do nosso país. Com presença frequente nos maiores eventos e congressos do Brasil, o palestrante trará para Papagaios sua Palestra “Como Vender mais Utilizando Motivação, Inovação e Atitude”.

Você não pode perder essa oportunidade!

Dia 19 de Novembro
Horário: 19:30H às 21H
Local: Centro Social de Papagaios. Praça Padre Waldemar - Centro
Inscrições pelo Sympla ou no UAITEC de Papagaios

ENTRADA FRANCA. VAGAS LIMITADAS.





]]>